Papel timbrado

Eu sou um cabeçalho.

            Eu sou uma data, um local.

            Eu sou uma saudação formal.

 

            Eu sou uma frase de abertura. Eu sou uma frase de apresentação. Eu sou uma frase que aborda negócios, aborda negócios. Eu sou uma súplica de um ser humano em desespero. Eu sou grandes esplendores de modéstia. Eu sou uma descrição de grandes conquistas. Eu sou reiteração de modéstia. Eu sou uma enumeração, uma enumeração, uma emuneração.

            Eu sou explicações subsequentes, dissertação precisa. Eu sou reiteração de súplica, narração de miséria. Eu enfio um dedo no pus de feridas abertas. Eu apelo à humanidade. Eu apelo à culpa causada por eventos em tempos perdidos. Eu digo inverdades de propósito. 

            Eu sou o início de uma narrativa. Eu sou uma explicação de circunstâncias. Eu sou uma alusão a outra narrativa. Eu sou o meio de uma narrativa. Eu sou a ascensão de uma narrativa. Eu sou o lucro de uma narrativa. Eu sou uma conclusão. Eu sou um provérbio que resume de forma clara uma trama. Eu sou uma nova interpretação de uma narrativa.

            Eu sou uma sugestão de retorno. Eu sou nova reiteração de súplica. Eu sou o desperdício de ameaças vagas. Eu sou um grito patético de dor. Eu sou nove décimos de desespero e um décimo de ira. Eu sou uma oferta de favores sexuais. Eu sou uma descrição de hora e local. Eu sou um número de telefone.

 

 

            Eu sou uma saudação formal.

 

            _____Eu sou uma assinatura_____

                          Eu sou um nome

 

 

Tradução de Ricardo Domeneck